"Tudo fora do lugar"



É exatamente como dizem por ai... Do mesmo jeito que o café esfria. Você olha para ele e aquele sentimento que antes transbordava do seu peito não está mais lá, os olhos não brilham mais como antes, tudo parece forçado perto da intensidade de antes. É como se tudo tivesse se perdido no tempo, onde as peças do quebra-cabeça que formavam um coração foi ficando pelo caminho. Só resta admiração e um carinho escondido naqueles beijos dados de vez em quando, assim que se despedem no portão de casa. Ele foi embora e você sente-se aliviada por não precisar fingir mais. É como declarar falência dos órgãos, tudo vai morrendo aos pouquinhos, não por um motivo especifico, é exatamente sem motivo algum. Sabe quando você quer dizer não e acaba dizendo sim por culpa? É quase isso. Só que você se sente culpada em nome do que viveram um dia, daqueles sorrisos emocionados em meio a caricias no meio do dia envolvidos apenas em um edredom e no calor de seus corpos. Tudo parece ter perdido a graça, exatamente como o café frio. O tempo tem essa mania grosseira de deixar as coisas fora do lugar, mas tem coisas que não resistem e se partem, que quebram fácil, e desmoronam. É fato que a magia do primeiro encontro não é mais como antes, mas quando o amor não é como antes... É hora de partir, porque o amor resiste a tudo e sem ele o que resta?

Bruna Laryane.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário, responderei em breve. Atenciosamente Bruna Laryane.